07/04/16

O Silêncio

Um pouco de silêncio sempre é bom. Os dias estão ruidosos na atualidade. Há muito movimento. Muitos gritos. Muito apelo. Às vezes motivados por questões justas. Mas, a insistência, a luta, a vontade em preponderar, em impor uma tese torna o dia muito cansativo. Não bastasse a correria do dia a dia, na estrada virtual a barulheira é enorme. Meus amigos jogam farpas de um lado para outro. Lançam torpedos sem qualquer cerimônia. 
Assim, fica difícil o negócio. Não morro de amores por um nem pelo outro lado. E isso, de algum modo, é tido por muitos dos amigos virtuais como uma agressão. Como assim? Tá do lado dos ladrões, dos corruptos? Tá do lado dos golpistas?
Não estou aliado com ninguém. As mãos e mentes estão sujas. As bocas livres para o lançamento de farpas. Os corações tomados de ódio. Imagino que os sonhos dessa gente que está vivenciando tudo isso apaixonadamente, divulgando cada notícia falsa no Facebook com um sabor de gozo, são, na verdade, grandes pesadelos. Lula deve sorrir ameaçadoramente para alguns e o Moro deve aparecer para outros com uma carinha deslavada que dá dó. São fantasmas. Como são fantasmas os outros personagens da história. O vice que esteve até agora no barco, que se beneficiou o que pode e agora tenta uma saída elegante. Como se ninguém soubesse que seu partido está envolvido até o último fio de cabelo nesta trama insana que atinge a todos, inclusive nós, os pagadores da salgada conta.  
Imagino que tem gente que não dorme mais. Todo o dia surge uma lista. Gente insuspeita vira vilão de uma hora para a outra. Deve ser um sufoco. Mas, tem alguns que não dão mais bolas. São fregueses de caderno que não pagam a conta e nem por isso sentem vergonha de ficar com o nome sujo no mercado. São figurinhas carimbadas. E chegam mesmo a  transitar pelos corredores palacianos como se nada estivesse ocorrendo. E encaram as lentes da câmera da tevê e fazem carinha de honestos. 
Tenha santa paciência. Melhor ficar de fora de tudo isso. Torcer para que de algum jeito aconteça um milagre e essa nação tome tino. Veja só aonde chegamos: quando se espera por um milagre é porque a coisa não tá boa, mesmo! 
Por ora, uma desligada na tevê. Noticiário para quê? Até o dono da emissora está comprometido co m a corrupção no futebol com os acordos políticos e com a necesidade de renovação a concessão. Ficaríamos tranquilos se dias melhores estivessem logo ali na virada da folhinha. Qual nada: os astros dizem que os fantasmas ainda vão se arrastar por longa data. Assim, continuarão fazendo barulho com suas pesadas correntes.
Silêncio, gente, por favor.  A gente precisa dormir em paz!      

Nenhum comentário:

Postar um comentário