25/02/13

O casamento

Os noivos na lente da competente Susi Moraes

Na noite de 23 de fevereiro, na sede do Clube Atlético Milionários, minha filha Amanda, a quem chamo desde que nasceu de Princesa, foi por mim conduzida ao altar. Com Marcelo Campos Wagner começa uma nova caminhada. Construirão uma nova família. 
Fui intimado a apresentar uma mensagem. Durante  a festa alguns amigos pediram que fosse publicada. Compartilho com os seguidores deste blog parte da emoção que tive naquele momento.


"Quando nossos filhos estão felizes, nós, os pais, somos contagiados por isso". 

O pai e a Princesa
(foto Antão Sampaio)
Durante boa parte da sua existência, a humanidade busca entender o que é o destino. Como a história individual de cada homem, de cada mulher se desenvolve? Quais os fatores que determinam a felicidade ou a infelicidade; as graças da fortuna ou a aspereza da carência? O que está reservado para cada um dos humanos?
A solução mais simples de todas foi lançar às centenas de divindades, criadas para explicar o funcionamento do mundo, o poder sobre todos os acontecimentos da vida. O ato criador, o nascimento, o crescimento, o desenvolvimento pleno, a sorte no amor, a vitória na guerra, o resultado da safra, as tempestades, a bonança, a saúde e a doença, a vida e a morte. 
Tudo acontecendo a cada um dos homens sempre pela interferência direta dos deuses. Só deles.
O homem era uma espécie marionete. Sua vontade pouco importava. Sua vida não lhe pertencia. O seu destino era  o destino traçado pelas divindades.
Para agradar a estes deuses, complacentes com uns e coléricos com outros, os homens primitivos desenvolveram uma série de artifícios. Banquetes, oferendas, festivais, pactos, imolações e sacrifícios. Tudo para que tivessem uma boa sorte, uma deferência especial e uma vida privada de sacrifícios.
Desnecessário dizer que as estratégias não funcionaram. 
Hoje, porém, com o avanço conquistado nas ciências, na tecnologia e no mundo das ideias, o homem sabe que ele é o próprio construtor da sua existência. Os caminhos pelos quais passa a sua vida, presente do Criador, estão intimamente ligados à sua vontade, à sua força, à sua determinação.
O homem, sabemos hoje, é o protagonista do espetáculo chamado destino. Sua trajetória depende de seu esforço. Sua caminhada depende do investimento que fez.
O futuro é o resultado daquilo que vem sendo produzido ao logo dos tempos. 
Hoje, aqui nos encontramos para celebrar a trajetória em comum que vocês, Marcelo e Amanda, desejam empreender. Rogamos todos nós, pais, irmãos, familiares e amigos que esta caminhada seja harmônica. Que tenham a exata determinação que demonstraram até hoje, que sejam perspicazes perseguindo seus sonhos, buscando construir a estrada que lhes convém.
Marcelo e Amanda, o encontro de vocês não é obra do acaso. Aliás, o acaso não dirige os homens. Há leis naturais muito bem arquitetadas pelo grande Criador dos mundos. Leis inflexíveis, imutáveis, inderrogáveis. Leis perfeitas que explicam tudo, o encontro e o desencontro, o início e o fim.
Dentro destas leis está a do Progresso. Ela determina que todos nós caminhemos rumo ao desenvolvimento do ser. E por isso necessitamos do outro. Da compreensão, do carinho, da amizade, da parceria dos nossos semelhantes num processo de concessões onde mutuamente vamos nos apoiando para o crescimento de cada um de nós. 
A constituição de família é uma decorrência deste processo. Deixamos a família paterna para voar com nossas próprias asas. Em alguns momentos poderá advir certo distanciamento. Isso é salutar para todos. Porém, em outros, o que mais se quer é a proximidade. Que bom que é assim!
Marcelo e Amanda: sejam felizes! Continuem construindo o seu destino, agora um caminho comum. Não anulem seus sonhos. Continuem investindo no crescimento intelectual, moral e espiritual. Continuem trabalhando pela construção da felicidade. 
Quando nossos filhos estão felizes, nós, os pais, somos contagiados por isso. 
Por isso todos nós, pedimos neste momento que as boas energias emanadas pelos que os amam estejam com vocês os auxiliando nesta trajetória.
Que nosso Pai, Criador, Senhor da Justiça e da Bondade esteja com vocês intuindo e auxiliando na construção da estrada que vem sendo pavimentada por vocês.
Sejam felizes: é o que desejamos!





Nenhum comentário:

Postar um comentário